| Resenha | A Honra das Terras Altas - Hannah Howell - Editora Arqueiro

Título: A Honra das Terras Altas - Os Murrays #2 
Autora: Hannah Howell 
Editora: Arqueiro
Ano: 2020
Páginas: 272
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

*Livro recebido em parceria com a editora.


SEGUNDO VOLUME DA SÉRIE OS MURRAYS.
A Honra das Terras Altas nos conduz pelas luxuriantes belezas naturais da França e da Escócia do século XV enquanto um corajoso cavaleiro coloca a própria segurança em risco para salvar uma misteriosa desconhecida.
Há sete anos atuando como mercenário na França, sir Nigel Murray se entrega cada vez mais a uma rotina perigosa de bebida, mulheres e batalhas. Mas uma jovem fugitiva vai causar uma verdadeira reviravolta em sua vida.
Disfarçada de homem, Gisele DeVeau precisa escapar a qualquer custo dos capangas da família de seu falecido marido – um sujeito brutal que cometeu toda espécie de violência contra ela antes de ser encontrado morto em circunstâncias suspeitas. Todos acham que ela o matou.
Ao cruzar o caminho de Nigel, ele promete protegê-la e levá-la em segurança para sua propriedade na Escócia. Nessa fuga implacável, com hordas de inimigos em seu encalço, a única coisa que os dois não esperavam era ter que enfrentar também a paixão avassaladora que nasce entre eles.
Nesta história repleta de sensualidade, a lealdade de um guerreiro e a determinação de uma jovem serão postos à prova enquanto eles lutam pela sobrevivência e tentam vencer os traumas do passado para viver um grande amor.





Gisele DeVeau casou-se contra sua vontade e passou verdadeiros absurdos na mão de seu marido. Misteriosamente ele é assassinado em sua residência e não demoram muito a acusa-la de tal crime, por isso ela não perde tempo em fugir de casa. 

Nigel Murray vive na França desde que Maldie tornou-se um amor impossível, evitando assim conflitos no seu clã, a partir daí passou a ter uma vida na companhia de mulheres e bebida, como também lutando batalhas ocasionais a quem pagasse mais. Porém atitudes assim estavam com dias contados, principalmente quando seu olhar capta uma mulher tentando se passar por homem. 

“Enquanto se entregava ao beijo, ele jurou que não faria nada que aumentasse a dor dela. Em vez disso, faria tudo a seu alcance para demonstrar que nem todos os homens eram iguais a seu cruel marido.”
Logo esse grande guerreiro descobriria que a mulher é Gisele e está correndo grande perigo, então resolve oferecer ajuda para protege-la junto com seu primo Guy. Com os DeVeau colocando um preço na captura dela, Gisele sabe que o tempo é seu grande inimigo e não demora muito para ser localizada. Mas uma promessa feita por um Murray tem que valer de algo e quando seu primo se acidenta, Nigel resolve leva-la para as terras de sua família em Donncoill, na Escócia, afim de mantê-la em segurança. 

“Ele lhe mostrara como a paixão podia ser bela.”
Enquanto eles cruzam o país e tentam despistar os DeVeau, os dois começam a contar um pouco sobre o passado, as agressões e humilhações vividas por Gisele, dando espaço para a compaixão, amizade e uma forte atração. Mas ainda que esse gentil e corajoso homem consiga florescer tantos sentimentos nunca vividos por ela, Nigel precisa compartilhar um último segredo com Gisele antes de chegarem em Donncoill, mas o medo o impede e quando a verdade vem à tona a decepção e confiança são quebradas, tornando-se um preço muito alto para esse guerreiro reparar. 

Será que Gisele irá perdoa-lo?

“Quando se trata de assuntos do coração, todo homem está sujeito a encontrar uma ponta de covardia na alma.”



Eu sabia que deveria dar mais uma chance a essa série. Se o primeiro livro tinha me frustrado bastante, esse sem dúvidas houve uma grande reparação. 

Hannah Howell nos entrega um enredo cheio de emoção, com personagens fortes, marcantes e gentis. Nigel se preocupa a todo momento com o bem-estar de Gisele e em mantê-la a salvo, ainda que não tenha certeza de sua real participação ou não no crime. Gisele é uma mulher forte, com suas marcas, mas nem por isso se fecha para o mundo, ela só tem um desejo, viver uma vida livre e feliz. 

De forma delicada e bem construída, o casal nos mostra que é possível deixar as dores do passado para trás e construir um futuro se tiver amor, entrega e confiança. 

Em meio as aventuras, os capítulos são fluidos e criam expectativa para seu desfecho. Tudo acontece de forma bem explorada, em momento algum senti a narrativa corrida e até fiquei com gostinho de quero mais. Recomendo muito a leitura! 

Publicado pela editora Arqueiro, a capa segue o padrão da anterior e ao final do livro vem um bônus do próximo volume da série “A Promessa das Terras Altas”.


0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário