| Resenha | Coroa da meia-noite - Sarah J. Maas - Editora Galera Record

Título: Coroa da meia-noite - Trono de Vidro #2
Autora: Sarah J. Maas 
Editora: Galera Record
Ano: 2014
Páginas: 406
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:


Celaena Sardothien, a melhor assassina de Adarlan, tornou-se a assassina real depois de vencer a competição do rei e se livrar da escravidão das Minas de Sal de Endovier. Mas sua lealdade nunca esteve com a coroa. Tudo o que deseja é ser livre — e fazer justiça. Nos arredores do castelo, surgem rumores a respeito de uma conspiração contra misteriosos planos do rei, mas antes de cuidar dos traidores, Celaena quer descobrir exatamente que planos são esses. O que ela não imaginava é que acabaria em meio a uma perigosa trama de segredos e traições tecida ao redor da coroa. Enquanto a amizade entre ela e o capitão Westfall cresce cada vez mais, o príncipe Dorian se afasta, imerso em seus próprios dilemas e descobertas.
A princesa Nehemia acaba se tornando uma conselheira e confidente, mas sua atenção está mais voltada para outros assuntos. Em Adarlan, um segredo parece se esconder por trás de cada porta trancada, e Celaena está determinada a desvendar todos eles para proteger aqueles que aprendeu a amar. Mas o tempo é curto, e as ameaças ao redor castelo de vidro estão cada vez mais próximas. Quando menos se espera, uma trágica noite mudará a vida de todos no reino, e mais do que nunca Celaena quer descobrir a verdade para fazer justiça.





“Celaena precisaria encontrar uma forma de jogá-lo melhor. Porque se o rei soubesse a verdade, se descobrisse o que ela fazia...
Ele a destruiria.”
Celaena Sardothien conseguiu vencer a competição e se tornou a campeã do Rei de Ardalan. Agora, ela terá que executar os inimigos da coroa em um determinado tempo, seguindo assim seu propósito, conseguir sua liberdade. 

Mas a vida dentro do palácio não é ruim, a cada execução ela ganha uma boa soma em dinheiro, tem vivido com conforto, com comida na mesa e pode contar com a amizade de poucas pessoas, como Chaol Westfall (capitão do rei), a princesa Nehemia e o príncipe Dorian. 

Apesar do perigo acompanhar a vida de Celaena, ela se coloca em perigo, pois sua lealdade nunca será com a coroa e por isso, toda vez que o rei lhe dá um nome para executar, ela dá a chance da pessoa fugir e forja sua morte. Mas o novo pedido do rei faz seu mundo colapsar. Eliminar Archer Finn, um de seus colegas do passado que vive em Forte da Fenda. Todo cuidado será necessário para descobrir se realmente Archer está tramando contra o rei, mas isso não impedirá de mata-lo caso haja necessidade, o problema é que quanto mais Celaena investiga, outros mistérios vão se colocando a sua frente e uma grande perda faz a fúria dessa assassina ainda mais implacável, não descansará até derrota-los um por um e cumprir a promessa que fizera a rainha Elena. 

Em meio as conspirações, incertezas, Celaena precisa lidar com os enigmas das marcas de Wyrd, os temores rondando o castelo de vidro e os segredos do passado vindo à tona. 

“Ela conhecia todos os movimentos dele, e Chaol conhecia os de Celaena, como se os dois tivesse dançado aquela valsa juntos a vida inteira. Mais rápido, sem titubear, sem desviar os olhos.
O resto do mundo se calou até virar nada. Naquele momento, depois de dez longos anos, Celaena olhou para o capitão e percebeu que estava em casa.”



Sarah J. Maas não brinca em serviço, minha nossa! 

Se o primeiro livro já temos a oportunidade de viver grandes emoções, em Coroa da Meia-Noite tem reviravoltas para tudo quanto é lado. O início se mostra um pouco mais lento, mas de longe isso não foi ruim e a medida que os capítulos vão passando fica impossível largar a leitura. 

Aqui um lado mais humano de Celaena é mostrado, bem como seus sentimentos que estão mais aflorados e até um início um romance com Chaol. Confesso que gostei bastante dessa junção, ainda que saiba que em se tratando de um segundo livro muita água em baixo dessa ponte irá rolar. 

Outro ponto que me agradou foi a inserção da magia, seres místicos e elementos feéricos mesmo que discretamente, mas que deverá ser amplamente trabalhado nos próximos livros e que Sarah sabe construir muito bem. Quem leu ACOTAR, já sabe o que esperar. 

De forma muito envolvente, Coroa da meia-noite vem pra complementar e dar intensidade a sequência da série. É um livro rico em detalhes, os personagens se mostram fortes, a escrita da autora mais madura e os momentos finais são impactantes, reveladores e de deixar o leitor de queixo caído. 

Se você tem vontade de conhecer a série, não perca tempo. Vale demais a pena!


DLL20 ABRIL | Livro que comece com a 1ª letra do seu nome. 
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário