| Resenha | Os sete maridos de Evelyn Hugo - Taylor Jenkins Reid - Editora Paralela

Título: Os sete maridos de Evelyn Hugo
Autora: Taylor Jenkins Reid 
Editora: Paralela
Ano: 2019
Páginas: 360
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

Com todo o esplendor que só a Hollywood do século passado pode oferecer, esta é uma narrativa inesquecível sobre os sacrifícios que fazemos por amor, o perigo dos segredos e o preço da fama.
Lendária estrela de Hollywood, Evelyn Hugo sempre esteve sob os holofotes ― seja estrelando uma produção vencedora do Oscar, protagonizando algum escândalo ou aparecendo com um novo marido… pela sétima vez.
Agora, prestes a completar oitenta anos e reclusa em seu apartamento no Upper East Side, a famigerada atriz decide contar a própria história ― ou sua “verdadeira história” ―, mas com uma condição: que Monique Grant, jornalista iniciante e até então desconhecida, seja a entrevistadora.
Ao embarcar nessa misteriosa empreitada, a jovem repórter começa a se dar conta de que nada é por acaso ― e que suas trajetórias podem estar profunda e irreversivelmente conectadas.






“Às vezes a realidade desaba sobre nós. Mas às vezes se põe a esperar pacientemente até a gente gastar todas as energias e não ter mais forças para negá-la.”

Evelyn Elena Herrera, mais conhecida como Evelyn Hugo, ao longo dos seus 79 anos, teve uma conceituada e turbulenta carreira para uma estrela de Hollywood. Casou-se por sete vezes, teve uma filha que morreu precocemente em decorrência de um câncer de mama e passou uma vida escondendo seu verdadeiro eu. 

Agora, a beira de completar 80 anos, ela decide contar toda a verdade por trás dos escândalos e do brilhantismo que aparentemente envolveu sua vida. E as revelações são bombásticas.

“Às vezes o divórcio não é um abalo sísmico. Às vezes são só duas pessoas saindo de uma situação nebulosa.”

Monique Grant é incumbida de conhecer a história dessa mulher e só depois de sua morte é que poderá publicar sua biografia autorizada. Mas antes, Evelyn precisa contar o real motivo de tê-la como porta voz para seus segredos e promete que em um determinado momento ela entenderá. 

A partir daí vamos conhecer todas as fases da vida de EH. Sua saída de Hell’s Kitchen ainda na adolescência para seguir os sonhos de sua mãe. Cada casamento iniciado de forma abrupta, seu primeiro contrato com o Sunset Studios e sua amizade com Harry Cameron que anos mais tarde também viraria um de seus maridos. Os fracassos, abusos e violências sofridos nas mãos de Don Adler, seu segundo marido. E a luta mais marcante de sua vida, não poder assumir perante a todos o seu amor por Celia St. James. 

“Amar não é errado, querida. Não é”, respondi.”


Definitivamente Taylor me conquistou, provando ser uma autora com uma capacidade incrível de escrever bons livros. 

Mais um enredo envolvente que é impossível não sentir que tudo isso foi real. Isso também acontece pela forma como foi narrado, dividindo-se em primeira pessoa através de Monique e na terceira pessoa com os relatos de EH. Cada ponto da história se torna surpreendente e essencial para entendermos a Evelyn Hugo e todos os seus segredos, olha que são muitos hein. 

Carregado de emoção, a leitura é fluida. Alguns capítulos conseguiram me deixar com o coração apertado, por tudo que EH precisou sufocar para se manter e se reinventar quando preciso em uma carreira que tem seus altos e baixos e em tantas vezes se mostra extremamente traiçoeira. 

Fama, traições, abusos, preconceitos, aceitação, machismo, escolhas erradas que parecem ser certas, perdas, recomeços, sexualidade, são alguns dos temas destrinchados e que nos leva a reflexão ao longo da trama. Sem dúvidas, esse seria um ótimo livro para ter uma adaptação. Mas enquanto alguém não compra os direitos, fica a indicação para conhecer todos os livros da autora. Vale demais a pena!


1 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Um comentário