| Resenha | Herdeira do Fogo - Sarah J. Maas - Editora Galera Record

Título: Herdeira do Fogo - Série Trono de Vidro #3
Autora: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Ano: 2015
Páginas: 518
Onde Comprar: AMAZON 
Sinopse:

Celaena ressurge das cinzas ainda mais forte e letal. E parte em uma jornada em busca de uma obscura verdade: uma informação sobre sua herança e seus antepassados que pode mudar sua vida e o futuro de dois reinos para sempre. Enquanto isso, forças sinistras começam a despontar no horizonte e têm planos malignos para dominar o seu mundo. Agora, depende de Celaena encontrar coragem para enfrentar tais perigos, além de seus próprios demônios, e fazer a escolha mais difícil da sua vida.






"Aelin. Amada. Imortal. Abençoada.
Aelin. Aelin do Fogo Selvagem.
Aelin Coração de Fogo.
Aelin Portadora da Luz."

Celaena Sardothien, foi enviada para Wendlyn depois que Chaol descobriu seu segredo. 

Já na cidade nova, Celaena quer respostas sobre as chaves de Wyrd, pois seu maior desejo é destruir quaisquer planos do rei de Adarlan. Mas até que sua tia Maeve lhe forneça qualquer tipo de informação, ela deverá se submeter a constantes treinos, aprender a controlar a sua magia e a transição de suas transformações. Afinal, sua tia não lhe entregaria absolutamente nada de mãos beijadas e suas intenções nós entenderemos mais para frente. 

Celaena é dona de um legado, herdeira de Terrasen, ela nada mais é que Aelin Galathynius, que fora considerada morta ainda quando criança. 

Aelin precisará de disciplina para encontrar sua força e contará com o auxílio do príncipe Rowan, um experiente feérico que não se impressiona com a raiva da assassina e a colocará constantemente em seu limite até que decida que está pronta para o encontro com sua tia, mas antes enfrentará um grande perigo que a possibilitará trazer à tona a fúria da herdeira do fogo. 

''Ela ergueu o rosto para as estrelas. Era Aelin Ashryver Galathynius, herdeira de duas linhagens poderosas, protetora de um povo um dia glorioso e rainha de Terrasen.
Ela era Aelin Ashryver Galathynius - e não teria medo."


O 3º livro da série é uma verdadeira enxurrada de acontecimentos. Ao longo da história vamos acompanhar alguns momentos que são narrados: Aelin com seu treinamento feérico ao lado de Rowan; o clã das Bico Negro e as bruxas aliadas ao rei de Adarlan se preparando para um grande confronto, Dorian finalmente se deixando envolver por uma curandeira que o ajuda a curá-lo à medida que pratica sua magia afim de escondê-la de seu pai e Chaol indeciso sobre quais medidas tomar, voltar para sua terra como fora acordado com seu pai, permanecer para cuidar do príncipe e a recém descoberta de aliados, como Aedion, primo de Aelin, personagem esse que me deixou curiosa. 

O amadurecimento de Aelin da metade do livro para seu final é palpável, tornando a leitura ainda mais prazerosa. Confesso que as reclamações e teimosia da personagem já estavam me cansado, por isso caiu muito bem essa mudança. Toda a trama é muito bem entrelaçada, ainda que não tenha criado muita conexão com a narrativa envolvendo as bruxas, acredito que mais pra frente ainda teremos as respostas para as suas participações. 

A adição de Rowan nesse livro foi muito bem vinda. Ele traz o melhor e o pior de Aelin. A interação dos dois é cheia de altos e baixos. Eles brigam, treinam, levantam seus muros, mas a química é inegável e com o passar dos capítulos percebemos a conexão, o surgimento da amizade, lealdade e até um algo mais aquecendo, o que sem dúvidas aquece o coração. 

A Herdeira do Fogo consegue com suas 518 páginas prender o leitor e se mostra um ótimo entretenimento. Seu final não é fechadinho justamente porque teremos ainda muito mais confrontos, aventuras para acontecer. A leitura segue fluida, com tramas paralelas bem exploradas e plots de deixar a gente com o coração na mão e prontos para partir para o próximo livro.


0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário