| Resenha | Ligados pela honra - Cora Reilly - Editora Bezz

Título: Ligados pela honra - Série Born in Blood Mafia Chronicles #1
Autora: Cora Reilly
Editora: Bezz
Ano: 2019
Páginas: 204
Nota: 5🌟
Onde Comprar: AMAZON
Sinopse:


Nascida em uma das principais famílias da máfia de Chicago, Aria Scuderi luta para encontrar seu próprio caminho em um mundo onde não há escolhas.aos quinze anos, ela foi escolhida para ser a aliança que uniria duas das maiores máfias americanas, casando-se com ninguém menos que ‘o vice', Luca Vitiello, o próximo capo da máfia de Nova Iorque. Agora, aos dezoito, o dia que ela mais temia se aproxima: o do seu casamento. Apesar da fama que seu futuro marido carrega, e do medo que ele causa nela, Aria sabia que não tinha escapatória, e teria não só que se casar com um homem implacável, como que conviver com pessoas que até bem pouco tempo eram inimigas declaradas de sua família.mas o jeito de predador alfa de Luca provoca nela um conflito interno; sentimentos novos; desejos sensuais e uma grande dúvida: seria aquele homem conhecido por não ter um coração capaz de amar?






“— Seu casamento comigo te acorrentou à máfia. Sangue e morte serão sua vida enquanto eu viver.
— Que seja. Irei aonde você for, não importa quão sombrio seja o caminho.”

Aria Scuderi é a primogênita de uma das principais famílias da máfia de Chicago. Com as pressões que o negócio de seu pai está sofrendo, a única chance de não caírem é se ela se casar com Luca Vitiello, o herdeiro, o vice e próximo capo da máfia de Nova Iorque que até pouco tempo era considerado inimigo de sua família. 

Luca foi iniciado pela honra ainda muito novo. Seu temperamento é forte, muitas vezes obscuro, frio e não pensa duas vezes em defender a família. Seguindo a tradição, ele aprova a escolha de seu pai e aguardará até que Aria complete dezoito anos para casar. 

Aria tem a difícil missão de ser a esposa exemplar, dominar a fúria contida pelas escolhas que rege esse acordo e tentar de alguma forma fazer esse casamento dar certo. Mas como ser o que se espera quando não se tem experiência para lidar com homens da estirpe de Luca e para piorar cresceu ouvindo sobre feitos e a impiedade de seu marido. 

O desconhecido assusta Aria, mas o que Luca não esperava é que a inocência, sinceridade e lealdade de sua esposa começaria modificar algo dentro de si, porém como cria da máfia, sabe que demonstrar fraqueza é um prato cheio para o inimigo e quando vê Aria em perigo se dá conta de que amar é um risco que vale a pena correr. 

“Talvez amar seja arriscado, mas é um risco que estou disposto.”


Que saudades de ler uma série bem construída sobre a máfia. Me surpreendi com a escrita da autora. Super fluída, trabalhando os personagens com calma, mas sem inventar coisas mirabolantes das quais muitas vezes nem conseguimos acompanhar o que está sendo proposto. 

Como personagens dentro desse ambiente que é repleto de negócios ilícitos e violência, vemos um outro lado de Luca, pois a narrativa se dá através da Aria, por isso não o vemos em ação dentro dos negócios e sim, por intermédio de seus relatos, porém já andei pesquisando e como temos pov do Luca, acredito que a autora vai trabalhar melhor essas questões. 

O casamento para firmar alianças é comum, assim como as mulheres ligadas a máfia são criadas para servir, o que diferencia é como cada um dos casais querem lidar com isso, e vamos combinar que a autora foi brilhante em nos mostrar um outro lado do Luca que se redime depois do tropeço nos primeiros capítulos do livro, transformando-os em um casal extremamente envolvente. 

Os personagens secundários são intrigantes, chamam atenção por suas personalidades e prometem uma verdadeira montanha russa de sentimentos nos próximos livros. Matteo e Gianna me irritaram demais, mas estou ansiosa para passar raiva com eles hahaha. 

Ligados pela honra é um livro intenso, que te prende do início ao fim não só por seus personagens, mas todo o enredo se mostra bem envolvente. 

Os dois primeiros livros já estão disponíveis no Kindle Unlimited. 

Obs.: Romance erótico com uma pegada dark e sobre mafiosos. Não gosta? Não leia, simples assim.


0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário