| Resenha | Coraline - Neil Gaiman - Editora Intrínseca

 

Título: Coraline
Autor: Neil Gaiman
Editora: Intrínseca
Ano: 2020
Páginas: 224
Nota: 4🌟
Onde Comprar: AMAZON
Sinopse:

Certas portas não devem ser abertas. E Coraline descobre isso pouco tempo depois de chegar com os pais à sua nova casa, um apartamento em um casarão antigo ocupado por vizinhos excêntricos e envolto por uma névoa insistente, um mundo de estranhezas e magia, o tipo de universo que apenas Neil Gaiman pode criar.

Ao abrir uma porta misteriosa na sala de casa, a menina se depara com um lugar macabro e fascinante. Ali, naquele outro mundo, seus outros pais são criaturas muito pálidas, com botões negros no lugar dos olhos, sempre dispostos a lhe dar atenção, fazer suas comidas preferidas e mostrar os brinquedos mais divertidos. Coraline enfim se sente... em casa. Mas essa sensação logo desaparece, quando ela descobre que o lugar guarda mistérios e perigos, e a menina se dá conta de que voltar para sua verdadeira casa vai ser muito mais difícil ― e assustador ― do que imaginava.


 

"Quando você tem medo e faz mesmo assim, isso é coragem."⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Ao se mudar para um apartamento com seus pais, a jovem de espírito aventureiro em um dia chuvoso, decide explorar ao redor da residência.

Quando Coraline descobre uma porta em uma das salas antigas, perceberá que atrás tem uma parede de tijolos e esse achado irá se revelar uma jornada de aventuras e descobertas no Outro Mundo, local como é conhecido através dessa parede.

A partir daí, essa menina solitária, irá conhecer um local com costumes estranhamente bizarros, onde os seres tem olhos de botões, ao redor tudo é composto de cores vibrantes.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Porém, esse lugar que parece uma versão distorcidade e melhorada da sua vida real, começa a se tornar complexo, Coraline precisará de uma dose extra de coragem para não ficar presa dentro Outro Mundo.⠀


⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Coraline é um clássico infantojuvenil, se é que posso dizer assim. Já conhecia a escrita do Neil Gaiman e esse foi um dos estimulantes para decidir na hora de realizar essa leitura.

Mas apesar de gostar muito do que li ao longo das páginas, não consegui me conectar com os personagens, ainda que sinta empatia por Coraline, uma menina solitária e negligenciada pelos pais.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A narrativa não me foi fluida, mas é simples e de fácil compreensão, o que vejo como de suma importância para leitores mais jovens que queiram se aventurar nessa leitura.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Repleto de elementos sobrenaturais e de fantasia, Neil consegue mexer com o nosso imaginário através do cenário e das características marcantes de sua personagem, como a coragem e curiosidade.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Em uma edição bela e composta por algumas ilustrações, sem dúvidas torna a leitura mais envolvente. O autor antes de iniciar a história conta algumas curiosidades sobre o livro e sua relação com a destemida Coraline.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Ainda que tenha tido minhas ressalvas quanto as expectativas, Coraline é uma leitura que vale a pena conhecer e que certamente agregará algumas reflexões ao leitor.




2 comentários via Blogger
comentários via Facebook

2 comentários

  1. Oi, Camila!
    Apesar de amar Coraline e ser um dos meus livros favoritos, eu acho o filme de 2009 infinitamente melhor!! As alterações foram poucas, e o formato de animação gera mais proximidade sabe? Sem falar na própria Coraline, que é muito mais carismática e tem mais personalidade.
    Amei a resenha!

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  2. Oi.
    Eu acho a história da Coraline muito bacana, eu assisti o filme mas, não li o livro ainda. Tive a oportunidade de conhecer uma edição especial que saiu ano passado com a capa dura e achei muito lindo.
    Amei sua resenha e com certeza de alguma forma Coraline é uma inspiração para mesmo com medo seguir em frente e ir em busca de nossos sonhos.
    Beijos.



    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir